FAQ

Her finner du svar på vanlige spørsmål om våre produkter

  • Um espelho para cadeiras viradas para a retaguarda assegura um melhor contacto com a criança; uma capa para o assento ou para atividades protege o interior da viatura. Saiba mais aqui.

  • Um airbag ativo em frente de uma cadeira auto poderá ter consequências fatais. Link para as FAQ.

  • Não ceda à tentação de poupar dinheiro adquirindo um produto usado. Uma cadeira usada poderá proporcionar um nível de segurança reduzido, tanto pelo desgaste como pelo eventual envolvimento num acidente. As cadeiras usadas comprometem a segurança, uma vez que não é possível saber a que tipo de tratamento estiveram sujeitas. Pense na segurança antes pensar nos custos.

  • Uma cadeira que tenha estado envolvida num acidente não pode ser usada novamente. Em caso de acidente, os respetivos componentes poderão ficar enfraquecidos, o que comprometerá a segurança.

  • Procure cadeiras auto para crianças com a homologação ECE R44-04.

  • Carry out research before you visit any shops. Read a little about the various groups of car seats and try to identify your own needs.

  • Os testes dos consumidores destinam-se unicamente a ajudar o consumidor a fazer a escolha correta. Na escolha de uma cadeira auto para crianças, tenha em conta os seus próprios requisitos e tipo de utilização.

  • Na visita ao seu agente, é fundamental que receba o devido aconselhamento. Uma cadeira auto para crianças incorretamente instalada pode ter consequências fatais. Por conseguinte, visite o seu agente e leia cuidadosamente o manual do utilizador,  que pode encontrar nas páginas dos produtos.

  • Estamos conscientes da importância do aconselhamento antes da aquisição de uma cadeira auto para crianças, não só para identificar a opção mais apropriada, mas também para saber como a utilizar corretamente. O uso correto da cadeira é fundamental para a segurança. Localize o agente mais próximo nas páginas dedicadas aos nossos agentes.

  • Não devem usar-se roupas grossas de inverno sob o arnês. Em caso de impacto, os tecidos serão comprimidos, produzindo uma folga entre o arnês e o corpo. Como resultado, o arnês deixa de proporcionar uma boa retenção da criança, o que poderá ser perigoso, particularmente em cadeiras viradas para a frente.

  • Nalguns automóveis, os engates ISOfix estão instalados muito profundamente. Nestes casos, pode ser vantajoso segurar a base num ângulo de cerca de 45 graus enquanto a encaixa. Desta forma, terá um melhor acesso aos engates. Note-se que os engates ISOfix instalados muito profundamente poderão conferir à base um ângulo incorreto. Em casos extremos, poderá ser melhor instalar a cadeira sem a base.

  • O arnês interno deve estar o mais apertado possível: não devem caber mais de dois dedos entre ele e o corpo da criança. É fundamental que o arnês esteja o mais apertado possível, particularmente em cadeiras auto viradas para a frente.

  • Após a instalação de uma cadeira virada para a retaguarda, deslize o banco dianteiro para trás até tocar na cadeira, para evitar o impacto entre estes dois elementos em caso de colisão. Se não for possível encostar a cadeira ao banco dianteiro, a distância mínima entre eles deverá ser de 25 cm.

  • Um arnês interno com folga pode ser extremamente perigoso, particularmente em cadeiras viradas para a frente. O arnês deve estar bem apertado e, sempre que necessário, deve usar-se um protetor de cinto para o manter em posição.

  • O ISOfix é um sistema para instalar cadeiras para crianças no automóvel. Compreende dois pontos de engate metálicos rígidos, localizados no espaço entre as costas e o assento do banco da viatura. As cadeiras auto para crianças com ISOfix possuem dois braços ISOfix que encaixam nesses pontos de engate. A cadeira tem também um terceiro ponto de apoio, geralmente na forma de uma perna, que repousa sobre o piso do automóvel.

    As cadeiras com ISOfix são geralmente muito fáceis de instalar e minimizam significativamente o risco de utilização incorreta. A experiência sugere que uma elevada proporção de cadeiras tradicionais para crianças são incorretamente instaladas; nesses casos, produz-se uma falsa sensação de segurança. O sistema ISOfix oferece um elevado nível de segurança, uma vez que o risco de instalação incorreta é mínimo.

  • Depois da instalação, o ângulo de posicionamento da cadeira varia em função do seu próprio ângulo e forma. É geralmente aconselhável que a criança esteja sentada o mais verticalmente possível em caso de colisão (uma vez que as forças da colisão serão dissipadas mais uniformemente pelo corpo).

    Contudo, se a criança estiver sentada demasiado na vertical, a sua cabeça pode cair para a frente. O problema pode ser resolvido apertando fortemente a cadeira durante a instalação, por forma a remover uma parte do ar das almofadas, corrigindo o ângulo/forma inadequados. Remova o parafuso de bloqueamento da perna de apoio. Pressione firmemente com uma mão o topo da cadeira, por forma a que a perna de apoio seja encurtada num nível ou dois. Aperte com uma chave (e aperte os cintos de segurança, caso seja uma cadeira instalada com este método) por forma a que a perna de apoio repouse firmemente no piso e o assento fique totalmente rígido. Volte a colocar o parafuso de bloqueamento. Realize a instalação desde o início, se necessário.

  • As crianças são consideravelmente mais macias e maleáveis do que os adultos, não sentindo desconforto quando estão sentadas com as pernas dobradas. O mais importante é proteger a cabeça e o pescoço da criança. Assim, esta deverá sentar-se virada para a retaguarda até tão tarde quanto possível.

  • Nos termos do regulamento “i-Size”, as crianças devem ser obrigatoriamente transportadas viradas para a retaguarda até aos 15 meses de idade. Por isso, tem de adquirir um cadeiras virado para a retaguarda que possa usar até no mínimo, aos 15 meses de idade (ou seja, no mínimo com uma estatura de 83 cm.

  • Enquanto a norma ECE R44/04 estiver em vigor na legislação nacional, poderá usar na sua viatura produtos homologados pela norma ECE R44/04 e pelo regulamento “i-Size”. Será o caso até, pelo menos, 2017. Os produtos com ISOfix homologados pela norma ECE R44/04 incluem uma lista de viaturas explicando em que (posição do banco da) viatura se podem usar os cadeiras.

  • Não, os intervalos de estatura podem ser definidos pelo fabricante do cadeiras. O intervalo é definido pelas dimensões interiores dos cadeiras e dos manequins que são utilizados para testar os cadeiras.
    O limite de estatura de 105 cm será usado frequentemente na prática, por se tratar da estatura máxima testada com um manequim Q3.

  • Nos termos do regulamento “i-Size”, as crianças devem ser obrigatoriamente transportadas viradas para a retaguarda até aos 15 meses de idade. Um cadeiras é obrigado a respeitar uma estatura até 83 cm, que é representativa de 15 meses. R Um cadeiras com uma estatura mínima de 83 cm garante que pode ser usado por crianças até aos 15 meses. Se o cadeiras só oferecer uma estatura máxima de 75 cm (comum nas cadeiras de bebé), os pais terão de usar um outro cadeiras virado para a retaguarda que preveja uma estatura mínima de 83 cm.

  • Não, pode usar as cadeiras auto homologadas pela norma ECE R44/04 enquanto for permitido pela legislação, ou seja, no mínimo até 2017, dependendo da legislação nacional de cada país.
    Isso significa que os cadeiras homologados quer pela norma ECE R44/04, quer pelo regulamento “i-Size”, estarão disponíveis e poderão ser utilizados ainda durante muitos anos (pelo menos até 2017).

  • O regulamento “i-Size” oferece um conjunto de critérios de segurança mais completo e atualizado, que dá uma melhor garantia de que os cadeiras são seguros. (Por exemplo: critérios de impacto lateral, medição da aceleração da cabeça). O nível de segurança dos cadeiras homologados pela norma ECE R44/04 pode estar equiparado se estes critérios (entre eles: proteção contra o impacto lateral) tiverem sido considerados na conceção dessas cadeiras. Para cumprir o disposto no regulamento “i-Size”, os cadeiras também têm de oferecer, por exemplo, apoios longos do piso e etiquetas especiais.
    Os cadeiras da BeSafe foram concebidos com proteção contra o impacto lateral e com um elevado nível de segurança e oferecem um nível de segurança comparável com os cadeiras homologadas pelo regulamento “i-Size”.

  • Não, só é obrigatória para os cadeiras homologados pelo regulamento “i-Size” e a informação constará da etiqueta virada para a retaguarda em todos os cadeiras virados para a frente e convertíveis homologados pelo regulamento “i-Size”. Enquanto for permitido usar as cadeiras homologadas pela norma ECE R44/04, não será obrigatório transportar o seu filho virado para a retaguarda até aos 15 meses.

  • Enquanto a norma ECE R44/04 estiver em vigor na legislação nacional, poderá usar na sua viatura produtos homologados pela norma ECE R44/04 e pelo regulamento “i-Size”.
    Será o caso até, pelo menos, 2017. Os produtos com ISOfix homologados pela norma ECE R44/04 incluem uma lista de viaturas explicando em que (posição do banco da) viatura se podem usar os cadeiras.

  • O peso máximo do cadeiras e da criança, no caso de homologação pelo regulamento “i-Size” é de 33 kg.  O cadeiras estará marcado com o peso máximo da criança (que é de, máximo, 33 kg, ou seja, o peso do cadeiras). O peso máximo da criança inclui roupa e sapatos.